Pular para o conteúdo principal

DE UMA VEZ POR TODAS, ENTENDA O COMUNISMO E O QUE HÁ NO BRASIL.

DE UMA VEZ POR TODAS, ENTENDA O COMUNISMO E O QUE HÁ NO BRASIL.
*
A base ética do comunismo é uma forma de humanismo materialista.
*
Assim sendo, nem Deus e nem a alma humana são centrais para ele.
*
De acordo com essa ética, temos a presunção de dizer que o cristianismo é aliado das classes exploradas. A religião, de modo geral, é chamada de “ópio do povo", é considerada um empecilho para o avanço do sistema comunista.
*
Para ele as mudanças de classes só ocorrem mediante a luta de classes.
*
No comunismo acredita-se que somente no triunfo do mesmo pode-se atingir a perspectiva ética correta. Porém no que consiste essa perspectiva, se for algum dia alcançada? Ela esta baseada na prosperidade material das massas (em teoria), apenas isso, Deus é deixado de lado. Essa busca material e da revolução do poder justifica o terrorismo, as guerras, destruição econômica, a violação de toda sorte de direitos  e as perseguições, que se têm feito em “nome do comunismo”.
*
O que dizer sobre a luta de classes? Quando examinamos o que realmente sucede no comunismo, vemos claramente que uma nova classe substitui a antiga classe dominante. Essa nova classe é a dos ‘chefes do partido’, que usam de tirania, abusam dos direitos humanos e lançam mão da mentira e toda sorte de aparelhamento do estado para manter-se no poder, inclusive do homicídio para Impor-se. E o povo? O povo tornou-se um mero degrau para a vontade dos membros especiais do partido e o povo  jamais chegará ao poder (nem mesmo à prosperidade material tão prometida).
*
O comunismo não obtém uma sociedade sem classes. Bem pelo contrário, o comunismo é a forma mais bem-sucedida de fascismo. Essa nova classe dominante é apoiada pelo poder militar e da mídia de massa por ele dominada.  Qualquer resistência aos chefes do partido não somente produz reprimenda dos mais variados tipos, como a prisão e a morte (veja na história). A liberdade pessoal, essencial em qualquer sistema ético, simplesmente acaba por desaparecer.
*
O código moral do Comunismo consiste nos seguintes pontos (mas há um ‘porém’ que explicaremos a seguir):
*
a. Devoção ao comunismo
b. Trabalho consciencioso
c. Preocupação com a saúde pública
d. Elevado senso de dever público
e. Coletivismo e ajuda camarada
f. Relações humanas entre as pessoas
g. Respeito mútuo
h. Honestidade
i. Veracidade
j. Pureza moral
l. Modéstia
m. Lealdade à família e cuidado com a mesma
n. Atitude intransigente diante das injustiças
o. Amizade e fraternidade
p. Intolerância para com o ódio nacional e racial
q. Atitude intransigente diante dos inimigos do comunismo
r. Paz
s. Liberdade
t. Solidariedade fraterna com a classe trabalhadora, em toda parte.

Há, contudo, um ‘porém’ nessas qualidades “morais, a Redefinição de Termos!
*
Apesar de alguns pontos acima desse código parecerem bons, para o comunismo o ódio e a violência não são proibidos quando são dirigidos contra os não comunistas (os não adeptos do partido).
*
A fraternidade aplica-se somente aos comunistas. Para com os não comunistas só há intolerância.
*
A paz só seria imposta mediante a eliminação dos não comunistas e dos inimigos do partido.
*
A liberdade consiste na liberdade de servir ao comunismo (partido), mas não de opor-se ao mesmo em qualquer sentido.
*
Não há qualquer liberdade para alguém possuir propriedade privada ou propagar sua religião. Isso importa em uma definição escrava da liberdade.
*
Deveríamos notar que são usados os mesmos termos que são empregados em outros sistemas éticos, embora tais termos sejam redefinidos em harmonia com a filosofia comunista como supremo e único bem.
*
Assim, o labor consciencioso só é bom se for realizado em favor do comunismo (partido).
*
Um elevado senso de dever público só é certo se o país tiver um governo comunista.
*
Há respeito mútuo, mas somente entre os membros do partido.
*
As injustiças são definidas segundo os padrões comunistas, e até mesmo as matanças em massa não são consideradas injustas, se servem à causa do comunismo (do partido).
*
Assim, a violação das leis que existam não é considerada má, se for em benefício da causa revolucionária, inclusive deixar de dar atenção ao povo que, no final das contas, jamais chegará ao poder e deve estar sob a direção do governo, isto é, da nova classe dos chefes do partido.
*
Uma vez no poder, o comunismo não pretende deixa-lo jamais, porque sua finalidade é a revolução permanente (o que se verifica na experiência  histórica, ela jamais acaba).
*
A ditadura do proletariado (que Mao Tsê-Tung transformou em ditadura dos aldeões) aparece como um passo necessário no decurso da história, embora (na teoria) não seja um fator permanente. Mas, na prática, a chamada ditadura do proletariado nunca esteve perto de tomar-se uma realidade. O que impera, cada vez mais, é a ditadura do Estado dominado pela nova classe dos chefes do partido.
*
Essa ditadura, como dissemos, mantém-se graças ao poder militar que não atua em favor do cidadão, mantendo os ditadores no poder indefinidamente, ditadores que podem fazer o que quiserem e quando quiserem.
*
Eis o que ocorre.
*
Difícil de crer?
*

Analise os fatos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CAPACIDADE CIVIL ALTERADA PELA LEI 13.146/15

O artigo 114, da Lei 13146/15, publicada no dia 7 de julho, revoga algumas causas de incapacidade civil, que eram previstas no artigo 3º, do Código Civil, e entrará em vigor 180 dias após a sua publicação.
Estes incisos consideravam como incapazes os  que, por enfermidade ou deficiência mental, não tinham o necessário discernimento para a prática de atos jurídicos, mesmo por causa transitória, e não podiam exprimir sua vontade.
Toda norma que estabelece a capacidade civil é criada com fundamento em critério biológico ou psicológico, quer dizer, idade e capacidade mental, questão de ‘política’ social convertida em norma jurídica, quer dizer, o legislador considera uma circunstância social e legisla.
Mas uma vez que certo critério social já revela que a sociedade já não considera certas pessoas em determinadas condições como incapazes, o legislador cumpre seu papel de adequar as normas (ou cria a norma para adequar a sociedade?).
A capacidade, que é elemento da personalidade, é a “medida j…

Militar é incompetente demais!!! Militares, nunca mais!

Conforme pedido do autor do texto, retifico a autoria do mesmo. Logo abaixo do texto deixo o e-mail solicitando a retificação e reivindicando a autoria. Ainda assim, vale a pena ler o escrito.
Militar é incompetente demais!!! Militares, nunca mais!
Anselmo Cordeiro (Net 7 Mares)

Ainda bem que hoje tudo é diferente, temos um PT sério,
honesto e progressista.
Cresce o grupo que não quer mais ver militares no poder,
pelas razões abaixo.

Militar no poder, nunca mais.
Só fizeram lambanças.
Tiraram o cenário bucólico que havia na Via Dutra de uma só pista,
que foi duplicada e recebeu melhorias;
acabaram aí com as emoções das curvas mal construídas e os solavancos estimulantes provocados pelos buracos na pista.

Não satisfeitos, fizeram o mesmo com a rodovia Rio-Juiz de Fora.

Com a construção da ponte Rio-Niterói, acabaram com o sonho de crescimento da pequena Magé, cidade nos fundos da Baía de Guanabara, que era caminho obrigatório dos que iam de um lado ao outro e não quer…

A LINGUAGEM QUE CORRÓI COMO CANCER

EXMO"Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.
Mas evita as conversas vãs e profanas; porque os que delas usam passarão a impiedade ainda maior, e as suas palavras alastrarão como gangrena; entre os quais estão Himeneu e Fileto, que se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição é já passada, e assim pervertem a fé a alguns.

Todavia o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os seus, e: Aparte-se da injustiça todo aquele que profere o nome do Senhor.

Escrevendo a Timóteo pela segunda vez, Paulo deixa claro que a língua é instrumento mortal.

Tiago ficou célebre entre nós pelo seu magnífico texto sobre o poder infernal e corrosivo da língua—neste site a epístola de Tiago tem sua re-leitura feita, procure—, mas quase nunca se dá atenção ao que Paulo falou à respeito da linguagem e da língua.

Ele diz que a língua tem o poder de subvert…