Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2010

"AQUELE ABRAÇO" de Tamanduá-bandeira !!!!

Imagem
Ora, pois bem.
Mais uma vez e como sempre estamos distanciados da realidade que esfumaça em nossos olhos lacrimosos e rostos encharcados, acabrunhados com a vida e felizes com os "carnavais".
Para você que entende o que digo e pra você que ainda não se deu conta de nossa estranha estrada rumo ao "desconhecido", uma música sobre os abraços apertados dos GRANDES amigos de sempre, e que sempre querem se parecer amigos mas apenas, na verdade, querem ser  GRANDES e de sempre, e sempre naquele lugar de sempre.
" Aquele Abraço   de  Gilberto Gil
O Rio de Janeiro
Continua lindo
O Rio de Janeiro
Continua sendo
O Rio de Janeiro
Fevereiro e março... Alô, alô, Realengo
Aquele Abraço!
Alô torcida do Flamengo
Aquele abraço!...(2x)
Chacrinha continua
Balançando a pança
E buzinando a moça
E comandando a massa
E continua dando
As ordens no terreiro... Alô, alô, seu Chacrinha
Velho guerreiro
Alô, alô, Terezinha
Rio de Janeiro
Alô, alô, seu Chacrinha
Velho palhaço
Alô, alô, Terezinha
Aq…

O DIABO ADORA FALAR EM DEUS!

Imagem
"“Deus” como tema é o diabo da História!
Sim! Porque em nome do diabo nunca se guerreou, nem se tomou reinos, ou tribos ou qualquer coisa. Porém, seja pela via da ação pagã mais primitiva, ou mediante a ação cristã mais que pagã, a História testemunha que todas as calamidades não naturais, tiveram no tema “Deus” suas justificativas ou seus álibis de morte, domínio, homicídio, inquisição, tortura, chacina, espoliação de bens, terras e recursos; assim como a destruição das culturas encontradas, as quais foram e são substituídas pela cultura do “Deus tema”, a qual mata mais que qualquer outra força histórica.
Desse modo, pelas evidencias da História, não há como não dizer [concordando com Baudelaire] que “se há um ‘deus’ é o diabo”.
Esse “Deus” dos temas da morte nada tem a ver com Jesus. Pode ser “cristão”, pode ser o pai do “Cristianismo”, pode ser o Deus dos “iluminados ocidentais” que construíram o presente mundo em chamas — todavia, mesmo assim, ou, justamente por tais razões, “e…