quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Do Brasil e da Venezuela

O caso da Venezuela parece não estar tendo a atenção merecida pelo nosso país. Talvez isso se deva à natureza desregrada quanto ao conhecimento político de nossa população, ou pelas obviedades institucionalizadas de nossa mídia de massa ou pela mente criminosa de nossa política.

De qualquer forma, o que digo é que a situação da Venezuela é perigosa para seu povo e merece o apoio dos países que se dizem democráticos e livres, mas não é somente isso o que me preocupa. O quadro brasileiro parece ser muito semelhante (para não dizer pior) do que lá. Cá nos assola (com todos os requintes de maquiagem e confetes lançados pela mídia e pelo próprio Governo) uma política econômica desastrosa, uma farsa e criminalidade política sem precedentes, uma burocracia governamental agigantada, um colossal analfabetismo funcional da população, "pensadores" e das instituições de ensino, uma violência e criminalidade desconcertantes que assola a sociedade, um pródigo gasto de dinheiro público com objetivos que em nada beneficiarão a Nação.

Aí me pergunto: se não há neste país quem tenha o mínimo de inteligência para entender a causalidade destes eventos, o resultado de todas essas circunstâncias, dessa locomotiva ‘desgovernada’.

A insatisfação da população, por lá, parece ser mais promissora, pois eles têm a unidade como ferramenta forte. Mas, por aqui, me parece que, embora tenhamos problemas de monta agigantada (inclusive os inevitáveis que se avizinham), me parece, repito, que nossa situação é ainda pior, pois nos falta a inteligência de vermos o abismo em nossa frente e a desunião da população que, se sair para protestar (se sair), acabará, como a recente história nos mostra, desorientada, desordenada, desmantelada e vencida pela própria ignorância e falta de união nacional.

Deus livre a Venezuela do Mal.


Deus nos livre do mal e da própria ignorância.

Um comentário:

  1. Concordo plenamente com o texto e quero destacar o trecho: "um colossal analfabetismo funcional da população, "pensadores" e das instituições de ensino, uma violência e criminalidade desconcertantes que assola a sociedade". Acho que isso tudo é uma beleza para o petê, está levando o país justamente onde ele quer. Li a história de como estavam a Rússia e a China quando eclodiram as revoluções que implantam o comunismo, estavam numa situação muito semelhante ao do Brasil de hoje.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo comentário.