quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Quem tem ouvidos para ouvir e olhos para ver?

Deus fala. Ele fala também por quem ele quer. Existem profecias em lugares que menos esperamos. Você já parou para ouvir? Já parou para ver? Há muita coisa acontecendo nestes dias. Há muita coisa acontecendo em nosso coração ao mesmo tempo. Mas um silêncio ensurdecedor parece estar tomando conta da alma. A profecia fala desse silêncio se alojando na vida e vozes gritando para impedir isso. Quem nos ouviu? Quem deu crédito à nossa pregação...?


O Som do Silêncio.*

‘Olá escuridão, velha amiga, vim falar outra vez com você porque uma visão um pouco arrepiante deixou sementes enquanto eu dormia; e a visão plantada em meu cérebro ainda permanece, no som do silêncio.

Em sonhos conturbados eu sigo só, em estreitas ruas de pedras, sob a luz das lanternas na rua; virei a gola por causa do frio e da umidade, quando meus olhos foram golpeados pelo brilho de uma luz de néon que dividiu a noite e tocou o som do silêncio.

E na nua luz pude ver dez mil pessoas, talvez mais, pessoas conversando sem falar, pessoas ouvindo sem escutar, pessoas escrevendo musicas que vozes jamais entoarão juntas... e ninguém se aventurava a romper o som do silêncio...

"Tolos," clamei, "vocês não sabem, o silêncio é como um câncer que cresce... ouçam as minhas palavras, as que posso ensinar- lhes... Segurem meus braços, os braços que eu posso estender- lhes "; mas minhas palavras caíam como silenciosas gotas d´água, e ecoavam no poço do silêncio.

E as pessoas se curvavam e rezavam para um deus de neon que elas mesmas criaram.

Então o sinal faiscou seu aviso formando palavras. E o sinal dizia: "As palavras dos profetas estão escritas nas paredes do metrô e nos corredores das favelas"... E sussurravam nos sons do silêncio.’

* Uma profecia dita em meados dos anos 60 (do século passado), por Simon and Garfunkel (The sounds of silence).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário.