sexta-feira, 8 de julho de 2011

Metálica e Salmo 51

 


Estava eu ouvindo Metálica, a musica Sad But True, e me deparei com uma realidade na música, uma verdade inquestionável que pode atormentar nossa vida. Como vermes que corroem por dentro, que estão sempre lá e parecem impossível de arrancá-los da carne, das entranhas da alma.
 Então me recordei do Salmo 51. Lembrei que uma esperança há para a cura da vida, um remédio que vai para além dos buracos de vermes no coração, para além das entranhas da alma.

O amor de DEUS!

Lá um homem sente por dentro a corrosão de suas entranhas, uma opressão que o leva a sentimentos de morte, que o oprime até a alma, que o destrói por dentro.

Lá alguém reconhece seu demônio interior. Lá ele reconhece seu mal; lá, um homem reconhece que há uma cura, um balsamo de consolo e um caminho melhor para se trilhar.

Lá ele entende que o mal que o habita não é maior do que seu desejo de viver diferentemente do que tem vivido e reconhece esse caminho de vida.

Sim, é duro, mas é verdade, temos muitos vermes, os mais variados e coloridos dentro de nós, mas é verdade também, e nada duro, pelo contrário, consolador, que o SENHOR também nos ama e nos dá nova oportunidade de vida a cada dia e o perdão para aquele que deseja ser perdoado.

Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário.