segunda-feira, 21 de junho de 2010

Juiz boliviano busca ajuda na OAB do Mato Grosso para não ser preso

Acuado e com medo, o juiz da Vara Criminal de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, Luis Hernando Tapia Pachi, 53 anos buscou ajuda da Ordem dos Advogados do Brasil, na Subseção em Corumbá (MS), na manhã do último sábado (19), para denunciar perseguição por parte do governo Evo Morales. Com prisão decretada pelo judiciário de Santa Cruz de La Sierra, Tapia encontrou no Brasil uma forma de se fazer ouvido por aquela nação. A perseguição ao magistrado começou desde que passou a julgar o caso Rózsa, crime que até hoje está sem solução devido às imposições de Evo que quer que este inquérito seja apurado em La Paz, e não em Santa Cruz, onde três homens foram assassinados dentro do hotel Las Americas , enquanto dormiam. (Capital do Pantanal)
Fonte: Conselho Federal da OAB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário.