segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

AOS QUE QUEREM RESPONDER AOS “ATEUS”


Creio que pior que não crer (já que crer é a busca constante em conhecer, aceitar e praticar o amor  daquEle que é Amor) é pensar que crê e não crer de fato, posto falar daquilo que não conhece e, ainda assim, repreender aqueles que realmente confessam não O conhecer. 

É inegável que muitos “ateus” foram ao encontro de Jesus, inclusive aqueles com a máscara de religiosos. A Palavra mostra essas pessoas. O evangelho (João 8) dá exemplo claro . 

Não basta acreditar ou não, é necessário conhecer O Pai. Não é necessário perder tempo em responder questionamentos ou replicar pueris ilações sobre a intervenção divina ou não no mundo. Basta vermos a resposta de Jesus sobre essas coisas: 

(...) 
19 Estes lhe perguntaram: Onde está teu Pai? Respondeu Jesus: Não me conheceis a mim, nem a meu Pai; se me conhecêsseis, também conheceríeis a meu Pai. 20 Proferiu ele estas palavras no lugar do gazofilácio, quando ensinava no templo; e ninguém o prendeu, porque não era ainda chegada a sua hora. 21 Disse-lhes outra vez: Eu vou retirar-me, e me buscareis, e morrereis em vossos pecados; para onde eu vou, vós não podeis ir. 22 Então diziam os judeus: Será caso que se suicide, pois diz: Para onde eu vou, não podeis vós ir? 23 Disse-lhes Jesus: Vós sois cá de baixo, eu sou lá de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. 24 Por isso eu vos disse que morrereis em vossos pecados; porque se não crerdes que Eu Sou, morrereis em vossos pecados. 25 Perguntaram-lhe, então: Quem és tu? Respondeu-lhes Jesus: Perguntais aquilo que vos tenho dito desde o princípio? 26 Muitas coisas tenho a falar e a julgar acerca de vós; mas aquele que me enviou, é verdadeiro, e o que dele ouvi, isso falo ao mundo. 27 Eles não perceberam que ele lhes falava do Pai. 28 Jesus, pois, continuou: Quando tiverdes levantado o Filho do homem, então conhecereis que Eu Sou e que nada faço de mim mesmo, mas como me ensinou o Pai, assim falo. 29 Quem me enviou, está comigo; ele não me deixou só, porque eu faço sempre as coisas que são do seu agrado.

(...)” 

Não se esqueçam, ainda, da queda da torre de Siloé (Lucas 13:4 Ou cuidais que aqueles dezoito, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais culpados que todos os outros habitantes de Jerusalém?). Nem mesmo esqueçamos dos encarcerados de espírito que Ele queria libertar (Mateus 8:28 Tendo ele chegado à outra banda, à terra dos gadarenos, dois endemoninhados, em extremo furiosos, de modo que ninguém podia passar por aquele caminho, saindo dos túmulos, vieram-lhe ao encontro.) ainda que haja uma política dominadora Romana sobre Gadara. 

Então, conheçamos as obras do Pai, pratiquemo-las e deixemos que quem queira crer, creia pelas obras do amor. 


Elvis Rossi da Silva


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário.