sábado, 3 de outubro de 2009

Apocalip-se...?


Andei pensando: precisamos ainda de mais “profetas do Apocalipse”? Prontamente a resposta sobressaltou como um claro não. Olhemos os noticiários, as catástrofes, o comportamento humano, a política, o clamor dos cientistas, M. Night Shyamalan (rsss) e todas as manifestações da natureza. De fato, a resposta é não. O resultado é mais que claro. A ira de DEUS? Não; NEste acredito na redenção; mas a revolta humana contra si, contra o próximo, contra a natureza etc., estas sim são as causas. O resultado não pode ser outro senão cavaleiros da guerra, da fome e pestes e lua que avermelha-se como o sangue (melhor seria se continuasse prata dos amores), águas e mares contaminados etc, etc, etc. Que pena. Toda essa constelação de tragédias não fora predeterminada, mas prevista (seja de que maneira for, e para mim, o como, é o que menos importa). Poderíamos mudar, mas queremos? É isso. O APOCALIPSE está aí para ser lido (e vivenciado/vivido, mas não quero ser cavaleiro nenhum!) Você ainda tem dúvida? Boa sorte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário.