terça-feira, 1 de setembro de 2009

RASO OCEANO

Quantas vezes achamos que estamos/somos livres e nos mantemos em um aquário particular, um cativeiro ornamentado com sonhos/pesadelos e não nos damos conta de que há, lá fora, verdadeira LIBERDADE, VIDA. Isto me lembra de um texto de Platão, em “A República”, onde pessoas que passaram a vida presas numa caverna  “conheciam” a realidade de fora apenas vendo sombras na parede. A VERDADE e a VIDA só se conhecem, sim, pela experiência necessária e pessoal de andar pelo CAMINHO. Nenhuma retórica, nenhum poder dialético pode convencer. É uma decisão minha e sua, o querer andar pelo caminho do CRIADOR, caminhar em direção à Sua Luz. Pois ELE continua chamando, de eternidade a eternidade: “Lázaro, sai para fora”. 
Simples? Sim; como a simples poesia que nos deixo (sim, nos). Pense nisso.

Como peixinho, navego
No vasto azul do mar.
Aceno para as ondas
Para, além daqui, ‘me levar’।

Sinto no peito compulsa
De o'ceano desbravar
Ainda que só, pequenino,
Vagas tenha d'enfrentar।

Como um grande Marlin
Que fundo nas águas vai nadar,
Sinto-me aqui nesse raso
Descobridor das grandezas do mar.

Variantes as ondas me entregam
As escumas cor d'aça sem par;
Como se belas nuvens do céu
Aqui viessem mergulhar.

Ah, que vida bela essa
De peixinho, sempre a nadar!
Sempre nesse rasinho,
Sempre no meu fundinho do mar.

Vejo as belas gaivotas
Que voam belas, sem par.
Penso se poderia um dia
Peixinho, como elas, voar...

Vejo belezas que Deus criou,
Coisas que sequer dia pensar
Puderam, quem aqui no azul
Desse lindo oceano, estar.

Ah, belezas sem fim!
Ah, recifes, multicores!
Cercam-me como jardim,
Enfeitam-me de céu de amores.

Mais que no doce mar azul,
Que pode, peixinho, pensar?
Inda que no raso oceano,
É o mais belo para se almejar.

Ainda que dele pudesse,
Desse mar, um dia, vazar,
Tornaria eu para este mundo;
Sem ele não posso ficar.

Ah, Sim, meu belo oceano,
Que de amores, não posso deixar.
Ainda que raso aquário,
Cá estou feliz a nadar।

Por Elvis Rossi da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário.