quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Perdão



Em minha humilde opinião é o perdão a demonstração de amor maior que existe. É no perdão que se expressa o conhecer a falta de alguém, mas apesar disso, deixar de punir. O perdoar exsurge de uma causa anterior que o possibilita, o amor. Apesar de se haver culpa, de alguém ter procedido de forma reprovável, e por isso poder ser punido, há causa que extingue a punição/punibilidade, e não só esta, mas até sua origem. Esse é o perdão pleno de Deus, pois tudo se fez novo desde antes da fundação do mundo.
Há quem se alimente do medo da punição que permeia o coração do homem, há quem diga que o perdão pode ser comprado ou vendido, ou mesmo retido, há até quem acredite que não pode ser perdoado. Entretanto, o perdão já foi dado. Todo escrito de dívida que existia não mais existe, fora encravado na Cruz. Em Cristo temos o perdão pleno. Não que seja justificativa para se praticar o mal, mas para que ninguém seja juiz de ninguém, que ninguém assuma a posição de negociador do perdão. Basta aceitar, crer. Pois ELE mesmo já disse: “Filho, os teus pecados já estão perdoados”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário.