sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Qual é o seu tesouro?


O coração do homem é a plataforma de todas as guerras. Coração não como órgão, mas como símbolo dos sentimentos, da psique. Campo de batalha onde muitas vezes somos o próprio inimigo. Sim, o maior inimigo de nossas almas somos nós, porque todo desejo nasce e se desenvolve em nós por nossa vontade. Assim, onde está nosso coração, estará nosso tesouro, aquilo que tanto damos valor. Se nosso tesouro é efêmero, certamente a satisfação que ele nos traz também o será. Um coração como ponto de repouso, de paz, jamais assim o será, posto não haver imutabilidade ou infinitude de nosso tesouro, causando incertezas, ansiedades e toda sorte de males. De sorte que todo pensamento, sonhos, imaginações, construções, projetos e projeções, nunca encontrarão a sensação de paz, de repouso de uma mente tranqüila; nunca haverá satisfação, a sensação de saciedade, ainda que se tenha mais e mais do que se busca como tesouro. Por quê? Porque não há repouso no efêmero. Por isso se diz: “onde está nosso tesouro, aí estará o nosso coração”. Pense nisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário.